Plano Agrícola e Pecuário cria condições especiais de crédito

Brasília - Uma das novidades do Plano Agrícola e Pecuário 2010/2011, anunciado hoje (7) pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi, é a criação de uma linha especial para médios produtores rurais. O Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) terá R$ 5,65 bilhões de recursos.

A taxa de juros mais baixa, de 6,25% ao ano, atenderá produtores com renda bruta anual de até R$ 500 mil. O limite de financiamento é de R$ 275 mil para custeio e de R$ 200 mil para investimento. Segundo Rossi, o programa protege um grupo importante de produtores que estava esquecido.

“Os pequenos produtores ganharam uma proteção com o Pronaf [Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar], mas o médio produtor ficava desprotegido. Agora ele recebe uma atenção especial que permeia programas de investimento e de custeio”, afirmou.

Outras iniciativas que podem ajudar os médios produtores são os programas para incentivar a construção, manutenção e adequação de armazéns dentro das propriedades rurais. “Assim, o produtor poderá vender sua produção quando interessar a ele vender”, disse Rossi, ao explicar que a medida ajuda a garantir os preços pagos aos agricultores.

Agência Brasil